Corrente articula Lula no comando do PT

Integrantes da corrente majoritária do PT, Construindo um Novo Brasil (CNB), articulam a condução do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao comando do partido. Reunida em São Paulo nesta terça-feira, 23, a Executiva Nacional da legenda decidiu adiar de dezembro deste ano para março de 2017 o Encontro Nacional Extraordinário, no qual deve ser discutida a abreviação do mandato da atual direção da sigla.

A manobra, encabeçada pela CNB, abre caminho para a chamada “solução Lula” na presidência do partido, hoje comandado por Rui Falcão. A ideia é ganhar tempo para viabilizar a proposta, barrar o avanço das correntes de esquerda que se uniram no movimento Muda PT – que inclui ainda parte expressiva da bancada no Congresso Nacional – e evitar um racha na legenda.

Segundo dirigentes petistas, Lula está ciente da articulação, mas ainda não disse se aceitaria a indicação. Não é a primeira vez que o nome do líder máximo do PT surge como alternativa para presidir a sigla. Nas outras vezes, ele havia recusado.

Agora, avaliam petistas, a situação é diferente. Acossado pela Operação Lava Jato, que apura esquema de corrupção na Petrobrás, Lula poderia exercer a direção partidária independentemente de decisões da Justiça e teria também uma agenda sólida de repactuação do PT e estrutura material para viajar pelo País se preparando para uma possível candidatura à Presidência da República em 2018.

A reunião desta terça-feira foi marcada por cobranças. Falcão pediu explicações ao secretário de Formação, Carlos Árabe, da Mensagem, sobre questionamentos feitos na imprensa, e líderes da CNB insinuaram que o objetivo real das críticas da esquerda é preparar o desembarque do partido.

A Mensagem negou e disse que o objetivo da corrente é ganhar o controle do partido. O Muda PT distribuiu um texto, depois da reunião, defendendo a manutenção da data do encontro. Líderes da esquerda petista admitem que a “solução Lula” os deixaria na defensiva.

Dilma

A Executiva Nacional do PT negou ainda apoio à proposta da presidente afastada Dilma Rousseff de um plebiscito para realização de novas eleições presidenciais. Dilma fez a sugestão na Carta aos Senadores lançada na semana passada. A Mensagem apresentou uma emenda que reproduzia o texto de Dilma, mas obteve apenas dois votos entre 15 integrantes da Executiva que participaram da reunião.

Indagado sobre a divergência entre partido e a presidente afastada sobre o tema, Falcão desconversou. “A questão está posta por ela. Ela se dispõe, voltando à Presidência, a propor a convocação de um plebiscito. Cabe ao Senado, por maioria simples, convocar um plebiscito”, disse ele, que já se manifestou contra a proposta de Dilma.

Informações – Estadão

Ler mais


  • Função: Representante Comercial
  • Cidade: Soledade
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Zdc Comercial De Cosméticos Ltda
Candidatar

  • Função: Secretária
  • Cidade: Caldas Novas
  • Salário: R$2000
  • Empresa: Viva Real Imoveis Caldas Novas
Candidatar

  • Função: Desenhista Projetista
  • Cidade: Jaraguá do Sul
  • Salário: R$2200
  • Empresa: Employer - Jaraguá
Candidatar

  • Função: Analista de Vendas
  • Cidade: Jaraguá do Sul
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Employer - Jaraguá
Candidatar

  • Função: Torneiro Mecânico
  • Cidade: Canoas
  • Salário: R$2200
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Vendedor Externo
  • Cidade: Foz do Iguaçu
  • Salário: R$1200
  • Empresa: Saudmed - Distribuidora De Produtos Hospitalares
Candidatar

  • Função: Costureira
  • Cidade: Curitiba
  • Salário: R$1010
  • Empresa: Fio Ativo Ind E Com De Conf Ltda
Candidatar

  • Função: Moleiro
  • Cidade: São Paulo
  • Salário: A combinar
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Vendedor de Serviços
  • Cidade: São Paulo
  • Salário: R$1500
  • Empresa: Smart Security Serviços Terceirizados
Candidatar

  • Função: Atendente
  • Cidade: Belo Horizonte
  • Salário: A combinar
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

Powered by SINE

TVR PAGINA4 is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache

Pular para a barra de ferramentas