Amor ou Propriedades?

Somos iguais, nos amamos, vivemos angústias e segredos…
Compartilhamos os momentos bons e ruins…
sofremos e sonhamos juntos
Nos abraçamos, mas as vezes o ódio nos dominam por um instante…
Somos tudo e qualquer coisa, cúmplice, confidente, conselheiro e quem sabe amantes…
Vivemos tudo sem limites…
Sem controle, sem censuras…
A final somos apenas bons amigos

Não importa o que façamos entre quatro paredes…
Você não é minha… eu também não sou teu.

Depois que tudo termina seguimos enfrente como apenas bons amigos
Nossos corpos opostos sente prazer, mais não se pertencem…
Nossas bocas se beijam, mais são apenas deliciosos toques
Não importar de que forma vivemos um amor verdadeiro
tudo se completa não há culpas nem medos.

Se falamos de amores do passado não feri…
Se falamos de uma dor nos entendemos
Se não há vontades de se da prazer, não há cobrancas
Se não atendes os telefones não há questionamentos

Assim tudo parece ter mais sentido…
Não somos donos um do outro
Somos apenas bons amantes

Mas tudo termina….

Quando se diz meu homem ou minha mulher
Fim da liberdade, fim da individualidade…
tornam-se companheiros apenas quando pensam iguais
A vida passar a ser dos dois
Os sonhos tornam coletivos
O sentimento de posse impõe limites e questionamentos…

Porque não se faz amor todos os dias?
Porque seu telefone vive desligado?

As pequenas coisas viram motivos de insegurança…
O medo da traição, um segredo do passado não revelado..
Um número estranho no registro de chamada…

Onde está a liberdade individual?
Como fica privacidade de cada um?

Os casais passam a pensar e agir como se fossem verdadeiros donos

Dos corpos, dos pensamentos e às vezes da vida do outro…
E tudo tão diferente,
O meu amor, passa a ser minha mulher ou o meu homem
A amizade transforma-se em propriedades.
A posse é o verdadeiro limite entre o amor e a amizade,
Os sentimos escravizam, dominam e controlam…
surgem a necessidade de está sempre por perto, vigilante e atentos a cada olhar diferente.
As vezes por insegurança, as vezes por controle…
A final, agora não passamos de propriedades,
Não se consegue dividir e não pode pensar em perder.
E quase sempre a angústia substituir o que antes era apenas prazer…

Dhylson Apbreu.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


  • Função: Babá
  • Cidade: São Bernardo do Campo
  • Salário: R$1200
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Promotor de Vendas
  • Cidade: Florianópolis
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Boulevard Monde
Candidatar

  • Função: Ajudante de Serviços Gerais
  • Cidade: Brasília
  • Salário: R$1000
  • Empresa: Rei Do Pão De Queijo
Candidatar

  • Função: Vendedor Externo
  • Cidade: Londrina
  • Salário: R$5000
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Montador de Acessórios
  • Cidade: Goiânia
  • Salário: A combinar
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Tosador de Animais Domésticos
  • Cidade: Salvador
  • Salário: R$1000
  • Empresa: Izailda Rosa De Gois
Candidatar

  • Função: Mecânico de Caminhão
  • Cidade: Formosa
  • Salário: R$300
  • Empresa: Roda Peças
Candidatar

  • Função: Fisioterapeuta
  • Cidade: Belo Horizonte
  • Salário: R$1200
  • Empresa: Horta Duarte Estetica
Candidatar

  • Função: Doméstica
  • Cidade: Brasília
  • Salário: R$1300
  • Empresa: Particular
Candidatar

  • Função: Doméstica
  • Cidade: Porto Alegre
  • Salário: R$1200
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

Powered by SINE
Pular para a barra de ferramentas