Carpegiani é questionado sobre Adriano em primeira coletiva como técnico: “Questão de consenso”

Durante a apresentação de Paulo César Carpegiani como técnico do Flamengo, nesta terça-feira (9 de janeiro), no Ninho do Urubu, o novo treinador abordou diversos assuntos, inclusive alguns que ainda não fazem parte do elenco que irá comandar: o possível retorno de Adriano Imperador aos gramados, mais precisamente com a camisa rubro-negra.

Ainda sem tocar o planejamento do clube para 2018, ele preferiu economizar nas palavras ao ser questionado sobre esse tema. Segundo Carpegiani, que declarou mais uma vez ser muito fã do atacante que conheceu lá no início de carreira, no próprio Flamengo, a situação que envolve o ídolo rubro-negro merece ser tratada com bastante observação, planejamento e consenso entre as partes:

“Eu acho que o Adriano foi um grande ídolo, ele surgiu num treinamento que fizemos durante a semana num torneio Rio São Paulo. Ele era lateral esquerdo e quem o colocou como ponta de lança tem grande mérito. Ele teve passagem brilhante e marcante dentro do Flamengo. Mas isso é uma questão de planejamento, observação, consenso. Se vier a ter essa possibilidade ou não…eu não gostaria de aventar, pois são projetos, e estou me coloando à par do que temos agora. Temos hoje dificuldades imensas”, explicou o novo treinador.

Adriano Imperador não atua no futebol brasileiro desde 2014, quando teve uma curta passagem pelo Atlético-PR. No Flamengo, acumulou três períodos, o primeiro, quando foi revelado, em 2009, campeão brasileiro, e também no ano de 2012, quando não atuou. Defendeu as camisas de Corinthians e São Paulo no futebol brasileiro, além de Inter de Milão, Parma, Fiorentina e Roma na Europa.

Fonte: Fox Sports.

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.