Homem é preso acusado de estuprar a própria filha

Homem é preso acusado de estuprar a própria filha

Jarai Souza de Oliveira foi preso nesta terça-feira (14), acusado de estuprar a própria filha, uma adolescente de 14 anos. Ele foi encaminhado ao Conjunto Penal de Feira de Santana e ficará à disposição da Justiça. Uma equipe da Delegacia do Adolescente Infrator (DAI)/Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Derca) cumpriu o mandado de prisão em desfavor do acusado e, segundo a delegada Danielle Matias, titular da delegacia, a adolescente contou que sofria abusos do pai na residência da família desde o ano de 2015, quando tinha 13 anos de idade. Ela revelou ainda que o último abuso ocorreu no dia 2 de janeiro de 2017.

A garota contou a situação vivida à direção da escola em que estuda, e a escola passou a situação para o Conselho Tutelar, que encaminhou o caso à delegacia. A delegada afirmou que a adolescente compareceu à delegacia em companhia da mãe. A prisão preventiva do pai foi representada, e o juiz da 1ª Vara Criminal deferiu o pedido que foi cumprido hoje.

“As declarações da vítima já foram registradas e ela confirma todos os abusos sofridos. Hoje ela está com 14 anos e disse que os abusos ocorriam desde os 13 anos, quando a família residia em outra localidade. O acusado foi interrogado, mas negou os fatos. Ele disse que nunca fez nada com a filha e também não explicou porque estaria sendo acusado de estupro. O acusado foi preso dentro de casa, será encaminhado para o presídio e ficará à disposição da Justiça da 1ª Vara Criminal. A garota continua com a mãe”, salientou a delegada.

A vítima também contou à polícia que o pai a ameaçava de morte caso fosse denunciado a alguém. Para Danielle Matias, o caso é um fato lamentável. Segundo ela, a adolescente mostrou-se muito triste, retraída e preocupada.

“Isso é triste. Um dos piores casos. Porque os pais têm o dever de cuidar dos filhos. Nesse caso, o pai que deveria cuidar foi o primeiro a violentar a filha. Tomamos as providências com urgência, o pedido de prisão foi feito à Justiça e a mesma foi bastante célere. Conseguimos a prisão do acusado para deixar a vítima mais sossegada.

Fonte – Acorda Cidade

Ver mais