Ipirá: Prefeito diz que delegado fez flagrante abusivo ao prender assessor

Ipirá: Prefeito diz que delegado fez flagrante abusivo ao prender assessor

A prisão de um assessor da presidência da Câmara de Vereadores de Ipirá durante uma micareta realizada no mês de abril está causando uma guerra declarada entre o prefeito Marcelo Brandão e o delegado da cidade, Caryl Oliveira, que é vereador.

De acordo com o site Ascom Bahia, o presidente da Câmara e o prefeito pediram a soltura do assessor parlamentar, mas uma intervenção do delegado impediu o pleito.

Durante uma sessão no Legislativo, prefeito e delegado-vereador bateram boca. Oliveira quis satisfação sobre um áudio disseminado na cidade em que o prefeito diz que o seu tempo de delegado acabou no município.

Em nota, Marcelo Brandão afirmou que sua discussão com o vereador se deu por um erro cometido na função de delegado.

O prefeito, que é advogado, diz que procurou o delegado com argumento jurídico, e não político. O gestor aponta que na época da prisão do assessor, o agente da Polícia Civil errou ao fazer o “flagrante abusivo que vai lhe custar uma representação”.

“O fato está comprovado porque, ciente do erro, o delegado vereador voltou atrás, mudou o flagrante e arbitrou fiança depois que o rapaz ficou preso por quatro dias”, disse o prefeito Marcelo Brandão.

Publicado no PCS.

Ver mais