Relator na Câmara aceita denúncia contra Michel Temer;

Relator da denúncia contra Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, o deputado Sérgio Zveiter (PMDB-RJ) deu agora há pouco parecer favorável pela aceitação do processo na Casa. O relatório será colocado em votação pelos demais deputados nesta segunda, mas deve ser apreciado apenas na quarta-feira.

Relator da denúncia contra Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, o deputado Sérgio Zveiter (PMDB-RJ) deu agora há pouco parecer favorável pela aceitação do processo na Casa. O relatório será colocado em votação pelos demais deputados nesta segunda, mas deve ser apreciado apenas na quarta-feira.

Derrubando tese de governistas, o deputado votou pela existência de elementos para aceitação da denúncia por crime de corrupção passiva, feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR), contra o presidente. “Por ora, o que temos são indícios de autoria que ao meu sentir, ensejam o deferimento da autorização”, disse o relator.
Após ser apresentado, o relatório será colocado em votação na CCJ. A expectativa, no entanto, é que haja pedido de vista e que a apreciação do voto ocorra apenas na próxima quarta-feira, 12.

Caso os deputados acatem ao parecer do parlamentar, a aceitação da denúncia ainda passará pelo plenário da Casa. A conclusão do voto de Zveiter provocou uma série de protestos na CCJ, com diversos deputados da base questionando o rito de votação do relatório.

Defesa de Temer

Responsável pela defesa de Michel Temer, o advogado Antonio Claudio Mariz de Oliveira contestou relatório, afirmando que não existem provas de envolvimento do presidente em crimes denunciados pela PGR. “É mentira que o presidente da República tenha recebido um vintém sequer dessas empresas (…) isso está no relatório, e é mentira”, disse.

A denúncia contra o presidente da República foi apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e a acusação está baseada nas investigações iniciadas com o acordo de delação premiada de executivos da JBS. O áudio de uma conversa gravada pelo empresário Joesley Batista, um dos donos da empresa, com o presidente, em março, no Palácio do Jaburu, é uma das provas usadas no processo.

Fonte: O povo online

Outras Publicações


  • Função: Impressor Flexográfico
  • Cidade: São José dos Campos
  • Salário: A combinar
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Supervisor de Vendas
  • Cidade: São Paulo
  • Salário: R$4725
  • Empresa: Seucred - Sua Solução Em Créditos
Candidatar

  • Função: Dentista
  • Cidade: Caxias do Sul
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Sorrisus Clinicas Odontológicas
Candidatar

  • Função: Costureiro Pilotista
  • Cidade: Porto Alegre
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Alma Santa
Candidatar

  • Função: Auxiliar de Cozinha
  • Cidade: Porto Alegre
  • Salário: R$1300
  • Empresa: Sim Sala Bim
Candidatar

  • Função: Auxiliar de Dentista
  • Cidade: Caxias do Sul
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Sorrisus Clinicas Odontológicas
Candidatar

  • Função: Atendente
  • Cidade: Londrina
  • Salário: R$850
  • Empresa: Mcdonald's Avenida Tiradentes Londrina/Pr
Candidatar

  • Função: Instalador
  • Cidade: Campos dos Goytacazes
  • Salário: R$1500
  • Empresa: Htc Telecom
Candidatar

  • Função: Corretor de Imóveis
  • Cidade: São Paulo
  • Salário: R$4000
  • Empresa: Brasil Brokers - Superintendente Rosellita
Candidatar

  • Função: Vendedor Externo
  • Cidade: Brasília
  • Salário: A combinar
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

Powered by SINE
Pular para a barra de ferramentas